VENCEDORES DO 40º FESTIVAL DE CINEMA DE GRAMADO

gramadao (Foto: divulgacao)

Categoria Curtas-metragens:

Melhor desenho de som: Gabriela Bervian, de “Casa Afogada”
Trilha musical: Marcos Azambuja, por “Funeral à Cigana”
Melhor direção de arte: Iara Noemi e Gilka Vargas, de “Casa Afogada”
Melhor montagem: Gustavo Forti Leitão (Di Melo, o Imorrível)
Melhor fotografia: Bruno Polidoro (Casa Afogada)
Melhor roteiro: Marcelo Matos de Oliveira (Menino do Cinco)
Mehor atriz: Sabrina Greve (O Duplo)
Melhor ator: Thomas Vinícius de Oliveira (Menino do Cinco)
Prêmio Especial do júri: “A mão que Afaga”, de Gabriela Amaral Almeida
Melhor filme júri popular: “ Menino do Cinco”, de Marcelo Matos de Oliveira e Wallace Nogueira
Melhor filme: “Menino do Cinco”, de Marcelo Matos de Oliveira e Wallace Nogueira
Prêmio Canal Brasil: “Menino do Cinco”, de Marcelo Matos de Oliveira e Wallace Nogueira

menino do cinco;  (Foto: menino do cinco; )Menino do Cinco

Categoria Longa-metragem Estrangeiro:

Melhor Fotografia: Boris Peters e Larry Peters, por “Leontina”
Melhor roteiro: Eduardo del Llano Rodríguez, por “Vinci”
Melhor ator: Jorge Esmoris em “Artigas, La Redota Uruguay”
Menção especial: Artigas, Artigas, La Redota Uruguay
Melhor Filme Júri Popular: Artigas, Artigas, La Redota Uruguay
Melhor diretor: Cesar Charlone (Artigas, La Redota Uruguay)
Melhor filme: “Artigas, La Redota Uruguay”, de Cesar Charlone

Troféu Cidade de Gramado:
Menção especial: “Artigas, La Redota Uruguay”

artigas (Foto: artigas)Artigas, La Derrota Uruguay

Categoria Longa-metragem Brasileiro:

Melhor Desenho de Som: Kleber Mendonça Filho e Pablo Lamar (O Som ao Redor)
Melhor Trilha Musical: André Abujamra (Futuro do Pretérito: Tropicalismo Now!)
Melhor direção de arte: Zenor Ribas (Colegas)
Melhor montagem: Leyda Napoles (Jorge Mautner: o Filho do Holocausto)
Melhor fotografia: Gustavo Hadba (Jorge Mautner – O Filho do Holocausto)
Melhor roteiro: Pedro Bial (Jorge Mautner – O Filho do Holocausto)
Melhor atriz: Fernanda Vianna (O Que se Move)
Melhor ator: Marat Descartes (Super Nada)
Prêmio Especial do Júri: Ariel Goldenberg, Breno Viola e Rita Pokk (Colegas)
Melhor diretor: Kleber Mendonça Filho (Som ao Redor)
Melhor filme: “Colegas”, de Marcelo Galvão

colegas (Foto: colegas)

 

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: